Pacote do Veneno

Acordo cedo. Quem me conhece sabe. Hoje na CBN tive ciência da “problemática” do uso de agrotóxicos no Brasil e no Mundo através da reportagem de nome “Pacote do Veneno” que tramita no congresso brasileiro. A flexibilização das regras de uso dos agrotóxicos deve impactar campo e cidade e agravar um cenário já alarmante de intoxicação da população. No período de 2007 a 2014 cerca de 25 mil brasileiros foram intoxicados por exposição aos agrotóxicos no país. “Se o PL 6299 for aprovado vamos abrir a brecha para o caos” palavras da pesquisadora Larissa Mies Bombardi, do Laboratório de Geografia Agrária da Universidade de São Paulo (USP). Larissa (não a conheço) foi brilhante e ao mesmo tempo assustadora. É autora (foi o que entendi) de um mapa geográfico do uso de agrotóxicos no Brasil e na União Europeia. O que eu disse em mensagem para a CBN: “os problemas do país são tantos que não sabemos qual luta primeiro travar”. No livro Guerrilhas (tipo de guerra não convencional na maior parte das vezes rural no qual o principal estratagema é a ocultação e extrema mobilidade dos combatentes) existe um capitulo interessante que diz: Qual a melhor hora: Agora ou nunca mais? Nunca esqueci disso. Estratagema significa: plano prático para atingir determinado objetivo.