O Vento, Temporais

O vento, temporais, destinos: tudo se expande. Travessias por navegar! Movimento veloz, pontual, mágico. Nossas renitências são sopros, colhem almas, entregam segredos, amam destinos. É o espetáculo da vida, do universo, do verbo pela palavra de postar no coração o poema-sem-fim. Em algum lugar tudo é movimento. Tudo é universo que se liga e se abraça em si. Laços e flores. Jardins da terra, jardins do céu.