Eu e as Querelas

Eu e as querelas - quando dois ou mais pontos de vista contrários tornam-se relevantes e seus respectivos defensores entram em debate intelectual. Quer participar de uma querela? Depende. A última de que participei foi no final dos anos 90 e terminou em livro rasgado, cuspe na cara e sangue nos dedos. Jura? Os tempos são outros: vai ser uma querela virtual, pelo zoom. Tecnologia V-19! E como vai se chamar? Radicais Livres! Criativo e conflitante. Seria assim: três argumentadores - renomados e contrários - da elite intelectual: Um petista de raiz, um olavista anticomunista e um bolsonarista radical - e no máximo vinte debatedores: poetas, professores, jornalistas, editores, livreiros e influenciadores. Gente mansa e do bem! Importante manter o foco. E quem vai ser o alvo da questão? Paulo Freire! Sei. Você poderia ser o mediador do embate? Eu? Não. Vai dar “merda” na web. Fique em paz. No embate nada de choques impetuosos: filosofia, política, religião, ideologia e outros. Sei. E isso vai ser possível? Analisou o perfil “simbólico” das estrelas? Depende. Depende do quê? Da habilidade e da experiência ímpar do mediador do embate. Você é o cara! Já disse: não! Questão de ordem: e os contrários relevantes da querela? Educação. Quarentena Day.

03.06.2020