Das Grafias

Das grafias. Aqui vai um cacareco de Aurélio. Perdoe-me! Em dias de Weintraub tudo é piripaque. Tô aqui no disparate da pachorra compondo letra para uma marchinha da hora. Encomenda de carnaval para o mequetrefe do Amorim, folia lá na pocilga da madame Brusqueta. Dinheirinho extra. Ela me pediu: quero palavras novas! Tá no Twitter. Inventa. Seja criativo homem de deus! Pensei pedir ajuda do Abraham. Abraham? O cara do revertério da educação. Aquele ministro do guarda-chuva, amigo do “Kafta”. Pergunta: você quer um cambalacho de carnaval estilo songamonga? Isso. Jiripoca do capiroto! Certo. Vou então escrever um disparate. Algo “imprecionante”. Um siricutico de chavecar o planalto. Quer no meio do despautério uma “paralização”. Tipo breque? Quero. Via custar o dobro tá? Vou ter que dividir autoria com o weintraub. Trato nas redes sociais!