Biblioteca da Presidência da República

Wenceslau Brás foi presidente do Brasil. Isso no período entre 1914 e 1918, época que a cidade do Rio de Janeiro era a Capital Federal. Wenceslau gostava de livros e foi o responsável pela criação da Biblioteca da Presidência da República. Definiu seu governo como o "Governo da pacificação dos espíritos", Com a construção de Brasília a biblioteca também mudou de endereço. Hoje tem um acervo de 42 mil itens - três mil discursos de presidentes da República, obras de direito, economia e administração. Ocupa o anexo do prédio principal do Planalto. Confesso que não conheço o espaço mesmo tenho frequentado o Palácio mais de uma dezena de vezes. A biblioteca - que será reduzida pela metade para abrir um escritório com banheiro privativo para a primeira-dama Michelle Bolsonaro - é aberta ao público nos dias da semana. Aqui com os meus demônios: E os 42 mil itens: caberão na metade do todo? A biblioteca continuará aberta ao público leitor? Wenceslau que nos diga: Governo da pacificação dos espíritos?