A Casa é o Reflexo

Poemas Diversos era o título “provisório” do novo livro de poesias da escritora Yara Regina Franco. Inicialmente pensei tratar-se de uma seleção de versos, sem ligação ou qualquer elo entre eles. Um engano. Li e reli em busca do fio condutor - sempre existe um - aquele que ocupava o coração do poeta no exato da hora, na difícil escolha de selecionar trabalhos para um novo livro. Tarefa árdua, principalmente quando não se trata do primeiro livro de um escritor. Yara é uma escritora experiente, com vários livros publicados e muitos ainda no prelo, para sorte de seus leitores e admiradores.Voltando ao propósito de - tentar - encontrar o elo poético de Poemas Diversos observei algo até então nunca visto nas outras obras da escritora: reflexão! Yara ao selecionar trabalhos para esse novo livro acolheu-se, olhou-se para dentro, mergulhou no seu Eu, posicionou-se à reflexão. O momento de Yara é de reflexão e acolhimento! Foi em A Casa é o Reflexo, poema que abre o livro, que encontrei o fio condutor, quase o mote - a chave – o caminho à compreensão do momento mágico da poética de Yara. Um portal poético? É possível. Depois, na sequência, encontramos: Alma, Casa da Vovó, Elos, Lágrimas, Paz...Foi nesta hora, depois de ler o poema PAZ, que serenei de vez e, mergulhei confiante porta adentro. A Casa é o Reflexo é um convite à reflexão ao mundo de Yara. Bom saber que ela está em paz!