Pesquisar

NOITE ILUSTRADA, ZÉ TRINDADE E A TIPOGRAFIA DO LICEU CORAÇÃO DE JESUS

O Liceu Coração de Jesus é uma instituição da Congregação dos Salesianos, localizada no bairro dos Campos Elíseos, na região central da cidade de São Paulo. Foi fundado por Dom Bosco (João Melchior Bosco, 1815-1888), com o auxílio de Dona Isabel, princesa imperial do Brasil, no ano de 1885, com o nome de “Liceu de Artes, Ofícios e Comércio”. Inicialmente, o Liceu teve como primeiros alunos os filhos de escravos libertos e de imigrantes italianos, oferecendo ensino gratuito em oficinas profissionalizantes de sapataria, alfaiataria e artes gráficas. Foram alunos desse Liceu: Antero Greco, Carvalho Pinto, Franco Montoro, Fulvio Stefanini, Grande Otelo, Jânio Quadros, José Carlos Pace, Laudo Natel, Rodolfo Mayer, Mário Travaglini, Toquinho, Noite Ilustrada e muitos outros. Vez por outra - mudando de rota - volto para casa subindo a Av. Rebouças, pelo caminho do Rio das Pacas, até o bairro de Higienópolis, onde moro. Não sei de quem foi a “genial” ideia de homenagear o cantor, compositor e violonista Noite Ilustrada (Mário de Souza Marques Filho, 1928-2003) com um túnel. Quando iluminado - de dia ou de noite - ilustra a cidade, descortina o céu escuro, quebra o inesperado, freia o tempo veloz, desacelera a vida e chama a poesia. Dizem que o pseudônimo “Noite Ilustrada” foi dado pelo ator e poeta Zé Trindade (Milton da Silva Bittencourt, 1915-1990), que comandava, na cidade de Além Paraíba, Minas Gerais, a revista musical “Noite Ilustrada”, onde o jovem Mário de Souza Marques Filho começou a carreira de violonista. Não descobri - na pobre e rápida pesquisa - no que o poeta “Noite Ilustrada” se profissionalizou, quando aluno do Liceu Coração de Jesus. Artes gráficas, sapataria ou alfaiataria? Zé Trindade que o diga: “Mulheres. Cheguei!” O resto é noite vazia de estrelas.