ALIGHIERI INESPERADO INVADE AREZZO

 Em 2021 comemoram-se 700 anos da morte de poeta florentino Dante (Dante Alighieri, 1265-1321). Dante é considerado o primeiro e maior poeta da língua italiana, definido como "o sumo poeta". “A Divina Comédia” é um poema de viés épico e teológico da literatura italiana e mundial, escrito no século XIV e dividido em três partes: o Inferno, o Purgatório e o Paraíso. Uma curiosidade: Dante escreveu primeiro - de sua trilogia - “Inferno”. “Purgatório” veio depois e “Paraíso” já no final da sua vida. A Divina Comédia é a fonte original mais acessível para a cosmovisão medieval (cognitiva fundamental de um indivíduo, de uma coletividade ou de toda uma sociedade, num dado espaço-tempo e cultura, a respeito de tudo o que existe - sua gênese, sua natureza, suas propriedades), que dividia o Universo em círculos concêntricos (Esfera armilar - instrumento de astronomia aplicado em navegação que consta de um modelo reduzido do cosmo). A Divina Comédia está dividida em 33 cantos, com mais um a título de introdução, a obra soma 100 cantos, número que significaria a perfeição da perfeição. Além do próprio Dante, três são os personagens principais: Virgílio, guia no inferno e purgatório, Beatriz guia no paraíso terrestre (sua amada de infância) e São Bernardo, guia nas esferas celestes. A Divina Comédia propõe que a Terra está no meio de uma sucessão de círculos concêntricos que formam a “Esfera armilar” e o meridiano onde é Jerusalém hoje, seria o lugar atingido por Lúcifer ao cair das esferas mais superiores e que fez da Terra Santa o Portal do Inferno. Na biografia do poeta - em comemoração aos 700 anos de sua morte - lançada na Itália, 2021 - mostra um Dante Alighieri inesperado, cavaleiro, vestido com armadura, montado em seu cavalo e portando lança, espada e escudo, aguardando na primeira fila, junto a outros 600 cavaleiros, o início da batalha. Faz parte do exército de Florença e pretende invadir as terras de Arezzo, cidade próxima, em defesa da supremacia papal. 

26.04.2021