MÁRQUEZ, KUNDERA, DRUMMOND E OUTROS

Títulos de livros de que gosto muito: Vidas Secas (Graciliano Ramos), A insustentável leveza do Ser (Milan Kundera), Capitães da areia (Jorge Amado), Claro enigma (Carlos Drummond de Andrade), O Amor nos Tempos do Cólera (Gabriel José García Márquez), Os Homens Que não amavam as mulheres (Stieg Larsson), Ensaio sobre a cegueira (José Saramago), O apanhador no campo de centeio (J. D. Salinger), Vale das bonecas (Jacqueline Susann) e Cem anos de solidão (Gabriel José García Márquez). Existem outros. Hoje o escritor e jornalista colombiano Gabriel José García Márquez (1927-2014) estaria completando 94 anos de idade. Considerado um dos autores mais importantes do século XX, foi um dos escritores mais admirados e traduzidos no mundo, com mais de 40 milhões de livros vendidos em 36 idiomas. Foi laureado com o Prêmio Internacional Neustadt de Literatura em 1972, e o Nobel de Literatura de 1982, pelo conjunto de sua obra que, entre outros livros, inclui o aclamado “Cien Años de Soledad”, o mais belo título de obra da humanidade. 06.03.2021