Trocando em Miúdos: O Neruda que Li

Trocando em Miúdos: foi Chico quem primeiro me falou de Neruda: “Devolva o Neruda que você me tomou e nunca leu”. Isso nos anos 70. Pablo - poeta chileno - morreu aos 69 anos de idade, no dia 23 de setembro de 1973. Poeta das paixões e dos apaixonados pelo amor. Neruda sobre fazer literatura: “É descrever o que se sente verdadeiramente, a cada instante da existência. Não acredito num sistema poético, numa organização poética. Irei mais longe: não creio nas escolas, nem no Simbolismo, nem no Realismo, nem no Surrealismo. Sou absolutamente desligado dos rótulos que se colocam nos produtos. Gosto dos produtos, não dos rótulos”. Confesso que Vivi -  Memórias (1978)  foi o primeiro Neruda que li.  

23.09.2020