O Paradoxo de Stockdale


O Paradoxo de Stockdale: Os otimistas são os primeiros a morrer! O conceito trata de uma abordagem otimista e ao mesmo tempo realista para encarar os problemas da vida. Vice-almirante e aviador da Marinha dos Estados Unidos, James Stockdale (1923-2005), foi mantido em cativeiro em Hanói - Vietnã do Norte - durante sete anos. Venceu a tortura e a desolação para salvar sua vida e a de seus homens combinando atitudes aparentemente opostas como a fé e o pragmatismo. O Paradoxo de Stockdale desconstrói a tese usualmente utilizada a respeito do otimismo. Os otimistas vislumbravam que o resgate viria ou a guerra terminaria e logo seriam libertados. Mas não foi isso - infelizmente - o que aconteceu. Os otimistas entraram em desespero e sucumbiram. Jogaram a toalha! Enquanto isso, os realistas - que também desejavam tudo que os otimistas queriam - aprenderam a aceitar as condições impostas e os horrores diários. No coração uma única convicção: um dia tudo aquilo terminaria e para isso era preciso estar vivo até lá. E mais: otimismo (disposição para encarar as coisas pelo seu lado positivo) não tem nada a vez com esperança (sentimento de quem vê como possível a realização daquilo que deseja).

25.07.2020