Das Pedras do Caminho

Das pedras. Das que estão no caminho. Das que fazem parte do desafio. Das pedras do céu. Das pedras do chão. Grandes, pequenas: grãos. Seriam cometas de luz? Pedras do ventre. Pedras do peito. Pedras do pão. Carregá-las no dorso do corcel, jogá-las na vitrina do sal, afundá-las no rio da morte ou ignorá-las na dor das bocas? Das palavras. Tudo tem hora: até do cuspe. Tudo goza: até o vento. E o que nos assola agora? A poeira nos olhos e mais outra fileira de pedras.